Membros do Núcleo Jovem

Veja abaixo quem são os membros do Núcleo Jovem IGS Brasil, e clique aqui para ver uma breve apresentação de cada um.

Junte-se a nós! Escreva para [email protected]

José Luiz E. Dias Filho - 32 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2013 e coordenador do Núcleo Jovem desde 2018. Eng. Civil, Mestre e Doutor em Geotecnia pela UENF com experiência em durabilidade de geossintéticos. Junto à IGS, promove ações que integram a comunidade de geossintéticos. Considera que o Núcleo Jovem é um caminho para o jovem associado interagir e crescer

Natália Correa
Natália de Souza Correia - 36 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2007, docente na UFScar. Acredita que o Núcleo Jovem deve ser uma rede para apoiar os estudantes e jovens engenheiros em sua transição para a carreira profissional, conectando os aos associados e membros corporativos da IGS Brasil para futuras oportunidades de trabalho ou pesquisa.

Ana Carolina Gonzaga Pires - 29 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2016. Engenheira Civil e Doutoranda em Geotecnia pela UnB. Tem estudado o comportamento de dutos
enterrados com geossintéticos como elemento de proteção e reforço. Considera o Núcleo Jovem um espaço destinado aos jovens para manter a comunidade atualizada quanto ao estado da arte dos geossintéticos

Rodrigo Alves e Silva - 29 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2016. Em conjunto com as iniciativas propostas pela associação, almeja ajudar a disseminar o conhecimento adquirido em centros de referência mundial em pesquisa com geossintéticos nos meios universitários de todo o Brasil.

Keli Bohrer
Keli Luana Rosa Bohrer - 31 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2015, Engenheira Civil, mestre pelo ITA e doutoranda do ITA com parceria com o Royal Military College of Canada. Atua na área de Muros Reforçados. O Núcleo Jovem permite que estudantes e jovens profissionais troquem experiências e promovam parcerias para divulgar e aperfeiçoar o uso de geossintéticos em diferentes tipos de obras geotécnicas.

Juliana Reinert - 35 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2009. Engenheira geotécnica, professora do CEFET-MG e doutoranda na Queen’s University em durabilidade de geossintéticos aplicados a aterros sanitários. Acredita que o Núcleo Jovem tem a importante função de aproximar os jovens engenheiros para possíveis colaborações futuras.

Daniel Meucci - 31 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2014, Eng. Ambiental. Atualmente é Eng. na Neoplastic. Acredita no potencial do Núcleo Jovem, através de seus membros, em poder auxiliar na disseminação dos Geossintéticos junto a jovens interessados no assunto, promovendo debates, atividades relacionadas, além de crescimento pessoal e profissional.

Ivonne A. Gutiérrez Góngora - 35 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2011. Engenheira civil e Doutora em Geotecnia pela UnB. É professora na Univ. Católica de Brasília e atua na área de reforço com geossintéticos em estradas não pavimentadas. Acredita que o núcleo jovem é uma excelente oportunidade para o intercâmbio de conhecimentos, informações e oportunidades profissionais na área.

Leonardo Vinícius Paixão Daciolo - 25 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2015. Engenheiro Civil e mestrando em Geotecnia pela UFSCar, estuda Interação solo-geossintético em estruturas de solos reforçados, liners e infraestrutura de pavimentos. Acredita que o Núcleo Jovem contribui e fomenta, técnica e cientificamente, para o protagonismo da engenharia brasileira.

Samira Tessarolli de Souza
Samira Tessarolli de Souza - 27 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2019, é formada em Eng. Civil e Mestre em Geotecnia pela EESC-USP, com pesquisa na FEUP. É certificada pelo GCI como fiscalizadora para instalação de geossintéticos e CCLs. Atualmente é coordenadora técnica da Ober Geossintéticos e fundou seu escritório de projetos e consultoria geotécnica, a Geostatta Engenharia. “O NJ traz uma constante integração com o mundo dos geossintéticos.”

Jaime Alberto Suárez Moreno- 32 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2015. Engenheiro Civil, mestre e doutorando em Geotecnia na UnB. Estuda o desempenho de grupo de colunas granulares encamisadas em solos moles. Acredita que o Núcleo Jovem permite manter espaços de socialização em quanto a experiências, conhecimentos e avanços na área de geossintéticos.

Wladimir Caressato Junior - 29 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2015, acredita que o Núcleo Jovem deve ter como principal objetivo a difusão dos geossintéticos e suas aplicações aos estudantes de engenharia, através de palestras, eventos nas universidades ou via webinar, buscando despertar o interesse dos jovens no desenvolvimento de trabalhos com este tema.

Mateus Porto Fleury – 27 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2017, acredita que as interações e oportunidades promovidas pelo Núcleo Jovem à jovens engenheiros geotécnicos e estudantes ajudam na formação profissional, além de contribuirem com a disseminação do uso de geossintéticos no Brasil atendendo aos requisito técnicos estabelecidos pelas área.

Pedro Victor Garcia de Oliveira - 29 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2018. Engenheiro Mecânico, mestrando em Engenharia Geotécnica com tema em geossintéticos e suas propriedades físicas e mecânicas. Acredita que a iniciativa do Núcleo Jovem ajudará no desenvolvimento cientifico/profissional da área e dos associados..

Ana Beatriz Araújo Nobre Dias - 27 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2019. Engenheira Civil, doutoranda na UnB. Estuda EPS Geofoam como reforço e filtração de geotêxteis não tecidos. Considera o Núcleo Jovem o grupo ideal para o compartilhamento de experiências e demandas que influenciarão o futuro dos geossintéticos no Brasil.

Maria Alejandra Aparicio Ardila
Maria Alejandra Aparicio Ardila – 26 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2019. Eng. Civil pela UIS- Colômbia, mestre e doutoranda em Geotecnia na EESC-USP. Atua na área de desaguamento de resíduos em tubos geotêxteis, técnicas de bioengenharia para o controle de erosão e durabilidade de geossintéticos. Acredita que o Núcleo Jovem oferece uma oportunidade de crescimento profissional, permitindo o contato entre a comunidade dos geossintéticos.

Rodrigo César Pierozan – 30 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2019. Eng. Civil e mestre em Engenharia de Construção Civil, doutor em Geotecnia (UnB). Atualmente é pesquisador na área de geossintéticos (UT Austin). Acredita que o compartilhamento de informações e o trabalho desenvolvido no Núcleo Jovem contribuem para o desenvolvimento da geotecnia no Brasil.

Débora Louyse Alpes de Melo – 29 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2017. Engenheira Civil, mestre e doutoranda em Geotecnia na UnB. Tem desenvolvido estudos sobre o desempenho de aterros sobre solo mole utilizando a técnica de solo transparente. Acredita que o Núcleo Jovem é o espaço ideal para a promoção e encorajamento de jovens geotécnicos.

Priscila Fernanda Silva de Oliveira - 27 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2019. Eng. Civil, mestrado em andamento na UFG sobre resistência ao arrancamento de geogrelhas enterradas em areias recicladas. Acredita que o Núcleo Jovem proporciona à aproximação entre estudantes e jovens profissionais que visam ampliar possibilidades profissionais e conhecimentos na área de geossintéticos.

Gabriel Marchi de Oliveira - 29 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2019, Eng. Civil pela Universidade Federal da Bahia, doutorando em Eng. Civil na Universidade da Beira Interior – Portugal. Estuda o comportamento mecânico de camadas reforçadas com geogrelha. Acredita que a iniciativa contribui para o crescimento acadêmico e profissional de jovens da comunidade dos geossintéticos.

Raísla Martins da Silva Gomes - 27 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2020. Engenheira civil pela UFG e mestranda em Geotecnia na UnB. Estuda a influência das microtopografias de geomembranas na resistência de interface de obras geotécnicas. Acredita que o Núcleo Jovem da IGS é uma oportunidade de trocar experiências acadêmicas e profissionais, fato que colabora para difundir cada vez mais a aplicação dos geossintéticos no Brasil e no mundo.

Camyla de Oliveira Cadavez
Camyla de Oliveira Cadavez - 34 anos

Sócia IGS desde 2019, é Engenheira Ambiental e Mestre em Geotecnia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio. Atuando no segmento de Geossintéticos desde 2013. Ocupa o cargo de Coordenadora Técnica da Geo Soluções desde 2019.

Catiucha Luana Da Silva Rehbein
Catiucha Luana da Silva Rehbein - 31 anos

Sócia IGS desde 2020, graduanda em Engenharia Civil pela UCS. O NJ IGS possibilitou a minha integração com o Universo de estudos e pesquisas de jovens com o mesmo interesse que eu. É uma ótima oportunidade de aprendizagem e conhecimento em geossintéticos.

José André Xavier Pereira
José André Xavier Pereira - 28 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2021, Engenheiro Civil com especialização em andamento em engenharia Geotécnica. Acredito que o Núcleo Jovem é uma oportunidade de trocar experiências acadêmicas, profissionais e ajudar a levar conhecimentos técnicos relacionados ao Geossintético no meio acadêmico e profissional, promovendo soluções em Geossintético.

Jose Schiavon
José Antonio Schiavon - 35 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2019, é formado em Eng. Civil (EEP-2007), Mestre (2010) e Doutor (2016) em Geotecnia (EESC-USP), e Doutor (duplo diploma, 2016) em Eng. Civil pela École Centrale de Nantes, França. Atualmente é Professor Adjunto do ITA, com atuação em Geotecnia e Geossintéticos, editor associado do periódico Soils and Rocks e coordenador da ABNT/CEE-175 Geossintéticos.

Maria Carollina Cordeiro
Maria Carollina Cordeiro Soares da Silva - 22 anos

Sócia da IGS Brasil desde 2019, graduanda em Engenharia Civil pela UENF. Atualmente é bolsista de iniciação científica na área geotécnica, atuando no tema interação-solo-estrutura. Acredita que o Núcleo Jovem é uma ótima oportunidade de desenvolvimento científico além de permitir maior interação entre os estudantes e profissionais da área.

Matheus Cardoso dos Santos
Matheus Cardoso dos Santos - 29 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2018, formado em Eng. Civil com mestrado pelo PPG em estruturas e geotecnia da UFSCar. Atualmente doutorando na área de estruturas de contenção em solos reforçados com geossintéticos, em específico estuda os efeitos da infiltração da água de chuva nas estruturas de contenção. Técnico do laboratório de geotecnia da UFSCar. Acredita que o Núcleo Jovem da IGS é uma oportunidade de trocar experiências profissionais e acadêmicas para a aplicação de geossintéticos no Brasil.

Rafael Anibele
Rafael Anibele - 27 anos

Sócio da IGS Brasil desde 2020, é formado em Eng. Civil pela UEPG. Atualmente é mestrando no PPGEC da UFPR, onde pesquisa sobre aplicação de GBR-P’s em barragens de terra e rejeito. O NJ da IGS permite que jovens pesquisadores possam interagir e trocar ideias entre si, sendo ferramenta fundamental para a união e coesão dos novos pesquisadores em geossintéticos em torno do objetivo comum, que é fomentar a utilização de geossintéticos no Brasil.